mudas de amora gigante, como fazer mudas de amora, mudas de amora americana, mudas de amora silvestre, mudas de amora preta gigante, mudas de amora gigante italiana, mudas de amora miura, mudas de amora preta tupy,

A propagação da amoreira-preta se faz através de estacas de raízes onde estas, por ocasião do repouso vegetativo, são preparadas e enviveiradas em sacolas plásticas, vasos ou em canteiros no solo. Podem também ser usados brotos, originados das plantas cultivadas, retiradas das entrelinhas de plantas.

Ervas plantas medicinais cultivares jardinagem hortas musgos cogumelos cactos e suculentas são os temas deste blog.
Veja a imagem a seguir que o blog Ervas e Plantas ilustra sobre o assunto.
Não se esquecça de visitar o canal do Youtube e também de adicionar o nosso perfil no Google Plus

Em breve disponibilizamos a seção de downloads de ebooks gratuitos sobre ervas plantas cultivares jardinagem etc, nos formatos epub e pdf.

Como fazer mudas

O uso de estacas herbáceas e lenhosas também são alternativas viáveis para criar mudas.

A amoreira é muito fácil de fazer a multiplicação de mudas (propagação da amoreira). Através do método de estaquia, (clones da planta mãe).

mudas de amora gigante, como fazer mudas de amora, mudas de amora americana, mudas de amora silvestre, mudas de amora preta gigante, mudas de amora gigante italiana, mudas de amora miura, mudas de amora preta tupy,

Amoras


– Prepare os balainhos (sacos plásticos com terra fértil ou substrato).

– Escolha uma amoreira saudável, com frutos abundantes e adocicados.

– Corte ramos com aproximadamente 30 cm de comprimento e mais ou menos um centímetro de diâmetro, (ou seja: pouco mais espesso que o dedo mindinho).

-Espetar as estacas da amoreira nos sacos plasticos (enterrando-os aproximadamente até a metade , observar que: a parte da haste que deverá ser enterrada (para enraizamento), deverá ser a parte de baixo do galho em que foi cortada) o restante ficará exposto para brotação.

-Colocar os balainhos em local com meia sombra (pode ser em baixo de árvores).

– Manter as regas diárias, o local com bastante umidade porém, sem enchacamento.

-Esperar as estacas brotarem (mais ou menos de 2 a 3 meses).

– Só após as mudas estarem bem ramificadas deverão ser transplantadas em locais definitivos.