Hortelã ou Mentha sp

Hortelã ou Mentha sp .

frutiferas jardinagem,frutiferas paisagem,dicas de jardinagem para iniciantes

Nome Científico: Mentha sp

Nome Popular: Hortelã, hortelã-pimenta, menta, hortelã-comum, hortelã-de-cheiro, hortelã-rasteira

Família: Lamiaceae

Divisão: Angiospermae

Origem: América do Norte, Austrália e Ásia

Ciclo de Vida: Perene

Chamamos de hortelã, as espécies do gênero Mentha e seus híbridos sendo que as mais cultivadas são a Mentha arvensis e a híbrida Mentha x piperita. A hortelã é uma erva mundialmente conhecida e largamente utilizada na indústria farmacêutica, cosmética e de alimentos, seja como planta medicinal ou como aromatizante. As folhas são oval-lanceoladas e serrilhadas, de cor verde a arroxeada, um tanto pilosas e têm um forte aroma refrescante. De seu óleo essencial se extrai o mentol. As flores são numerosas e roxas e se apresentam em inflorescências terminais do tipo espiga.

É indispensável na Culinária Árabe, temperando diversos pratos, como esfirras, quibe e tabule. A aplicação da hortelã na culinária contemporânea também aumenta a cada dia em combinações inusitadas e saborosas, como sorvetes, sucos, drinques e doces. As hortas domésticas merecem esta valiosa plantinha, que tem diversas utilizações, seja na medicina popular, seja na cozinha. É contra-indicada para crianças pequenas e mulheres grávidas e lactantes.

Seu cultivo é fácil, pois ela é muito rústica. O solo deve ser fértil e enriquecido com matéria orgânica para uma boa produção. As regas devem ser regulares, deixando o solo permanentemente úmido, porém sem encharcamento. Tolera geadas. Multiplica-se facilmente por rizomas, sementes e divisão da planta.

Medicinal:

Indicações: Alterações gastro-intestinais, mau-hálito, verminoses, problemas respiratórios.

Propriedades: Analgésica, expectorante, anti-helmíntica, descongestionante, anti-séptico, antiinflamatória, anti-espasmódica.

Partes usadas: Folhas.

Autor: Raquel Patro

FONTE:http://www.jardineiro.net/br/banco/mentha_sp.php


Amora uso medicinal

A amora é uma enfrutecência, ou seja, uma frutinha é nada verdade uma coletividade de frutas. Ela é uma fonte rica de nutrientes como a vitamina C. As fruta, que podem ser consumidas in natura ou na forma de doces, compotas, geleias, licores entre outros tipos de alimentos. Ler mais…


Ervas Astrologia Lunar

Desde a antiguidade que se conhece a influência da Lua sobre o reino vegetal. As plantas reagem as fases lunares, a astrologia lunar trata amplamente dos efeitos da lua sobre as ervas. É sabido que a Lua tem um efeito enorme na caça, na pesca e também na agricultura. Ler mais…


Ervas Lua Nova

Ervas Lua Nova. Este é o período em que as plantas renovam suas propriedades e seu princípio ativo. Boa fase para colher tanto plantas cuja ação exerce efeitos psíquicos, como as que são aplicadas nos casos de feridas externas, purulentas, em úlceras ou cortes com hemorragia.


Vaso de Sete Ervas

Construa um vaso de sete ervas para ser colocado em qualquer ambiente que precise de proteção e limpeza energética.

Coloque na sala, na porta de entrada, no hall, na varanda, na sua cozinha, na recepção ou no escritório, ao lado de sua mesa de trabalho.

Recomenda-se que onde o vaso esteja deva ter uma abertura para áreas externas como janelas e portas, pois estas plantas precisam de luz, sol e ar circulando.

Composição do Vaso de Sete Ervas

A teoria básica do Vaso de sete ervas Cada planta ou erva tem seu poder de vibração particular e especial, mas quando combinadas entre si, podem aumentar ainda mais seus poderes e vibrações.

O vaso é composto de sete ervas seguintes: arruda, guiné, alecrim, comigo-ninguém-pode, espada de São Jorge, majericão e pimenteira.